sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

31/12/2009 - 85ª São Silvestre

Após conseguir várias marcas expressivas desde outubro, das quais destacam-se alguns récordes pessoais que duravam alguns anos, fiquei em dúvida se tentaria ou não bater meu melhor tempo na São Silvestre, que vinha desde o final de 2000.
Naquela feita, cravei 1:25:13, mas havia apenas 12 mil participantes. Desta vez havia cerca de 20 mil, e o clima estava completamente instável para arriscar alguma previsão.
Na hora do "vamos-ver", decidi arriscar e tentar bater a marca, mesmo sabendo que a SS não é uma corrida para tentar tempos rápidos.
Cheguei à região da Paulista um pouco em cima da hora, passei em frente à FIESP para tentar encontrar alguns conhecidos, mas estava tão cheio que não vi nenhuma face que eu pudesse identificar.
Fui, então, para o calçadão ao lado do banco Real, onde o Jack me encontrou. Lá estavam também o Sérgio Berrettini, o Vladimir, o Bond e mais algumas pessoas que conheci na hora. Acho que vi a Sally passando, mas não tenho certeza. Dada a largada, ainda encontrei o Antony, o Marçon e o Rodrigo, antes da grande massa humana começar a se movimentar.
Nos primeiros metros da Paulista ultrapassei o Goes (estranho, pois ele é bem mais rápido que eu), e na Consolação passei pelo Guilherme Maio.
Acabei fazendo um início de prova forte, criando uma "gordura" de tempo que seria importante para o final, que seria difícil.
O primeiro posto de água, no km 4, trouxe uma "surpresa" desagradável: água morna. Eu já tinha passado por isso em outras São Silvestres, mas tinha esquecido. Tomei um gole minúsculo, com medo de ter um revertério estomacal. O resto joguei na cabeça e braços.
Nos afunilamentos do minhocão eu tive que reduzir o ritmo, mas sem grandes problemas porque não pode estressar com isso.
Na água morna do km 7 acabei não tomando o gel carboidrato pois costumo tomar água após o gel, e a água estava "imbebível". Tomei um gole minúsculo e joguei o resto no corpo.
Após o km 8 meu pique inicial acabou, e tive que fazer um certo esforço para manter a parte psicológica forte, com o risco de frustrar meu objetivo de récorde. Apesar da queda de ritmo, consegui manter um passo suficiente para manter vivas as minhas pretensões. (Perto do km 10 o Goes me ultrapassou).
Após a metade da prova começam a aparecer algumas subidas, culminando na temida Brigadeiro. Consegui administrar bem o esforço nessas subidas, mas a parte mais difícil foi mesmo entre os kms 13 e 14, na Brigadeiro, quando vi que o tempo parcial estava muito próximo ao do récorde, ou seja: se eu fosse devagar, corria o risco de não superar, mas se conseguisse manter uma passada forte, conquistaria uma vitória importante.
A subida da Brigadeiro não é mais novidade para mim, mas não deixa de ser desafiadora. A parte psicológica estava bem forte, mas o cansaço e o tempo apertado faziam uma pressão que precisava ser superada. Naquele momento eu questionei se não era melhor se contentar com um sub-1h30, que já estaria de bom tamanho. Tentei forçar um pouco, mas não consegui por muito tempo, sentindo que já estava no limite.
Ao passar na placa de 14 km e verificar que a parcial foi de menos de 6 minutos fiquei mais tranquilo, pois poderia fazer um final forte que garantiria o récorde.
Entrei na Paulista contente e confiante. Forcei a chegada, mas não a ponto de fazer um sprint alucinado, somente o suficiente para fechar os 15Km em 1:24:12 (extra-oficial).
Fiquei bastante contente com a marca. Não pretendo fazer isso novamente tão cedo, pois foi bem difícil.
Outro fato importante é que, pela primeira vez em vários anos, não fiquei totalmente exausto na virada do ano. Sinal de que em 2009 eu tive uma boa base de treinos.

Seguem abaixo as minhas parciais:

avg hr: 173
peak hr: 186
tot cal: 1675

1- 156 5.47
2- 163 5.11
3- 164 5.11
4- 168 5.24
5- 173 5.51
6- 175 5.18
7- 173 5.33
8- 174 5.36
9- 175 5.45
10- 177 5.44 (55.22)
11- 177 5.45
12- 177 5.40
13- 177 6.06
14- 181 5.56
15- 183 5.23

Interessante que na Gonzaguinha eu passei os 10Km com 56.24, 1 minuto acima da SS, mas a diferença é que: na 1ª eu fiz os últimos 5Km no gás, e na 2ª eu já estava cansado e lutando contra as subidas. Resultado: Gonzaguinha=01:21:54, SS=01:24:12

Assim que eu conseguir umas fotos, coloco aqui.

Retirada do kit:

A retirada dos kits foi tranquila



Barraquinha com souvenirs



Estande da Contra-Relógio



Eu, Tião e Serginho



Serginho, eu e Tomáz


ua

16 comentários:

Fabio Matheus disse...

Parabens Fabão!!

Nao foi facil a SS 2009, senti um pouco o calor, mas c

Consegui tb minha meta..

show de bola!

Feliz 2010!

Abraço!

Fabão disse...

Show, xará!
Parabéns!
E que venha a MSP em 2010!
Vamos nessa!
ua

Nadais disse...

parabéns fábio.

essa SS foi propícia mesmo.

excelente 2010.

valeu!

nadais

Fabão disse...

Valeu, Nadais
Bom 2010 para vc tb.
ua

Marcos Sanches disse...

Grande Fabão,

Parabéns pela excelente e emocionante São Silvestre e pelo recorde pessoal extra-oficial! Fiquei com saudades da galera citada (Marçon, Antony, Bond, Sally...)... então a galera tá aparecendo em peso na São Silvestre!

Agradeço pela visita e desejo a você e todos que estão a seu lado um excelente 2010!

Marcos

Jorge disse...

Grande Fabão, realmente diminuir o tempo na S.S. é difícil mesmo, ainda mais com 21 mil corredores e ainda por cima milhares de pipocas, parabéns camarada, pela sua performance...
Feliz 2010 e que neste ano vc continue com o mesmo espírito e bora correr.

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

G.M. disse...

Parabéns, Fabão.
Um excelente ano de 2009 que você teve.
Que mais RMPs caiam e que a sua estréia em Maratonas seja coroada de êxito.
Sempre uma satisfação revê-lo, mesmo que de maneira fulgaz.
Ass.: Guilherme.

Fabão disse...

Oi Marcão.
Saudades de vc também. Espero que esteja tudo bem aí no Norte.
O Marçon e o Antony não correram. O 1º está "aposentado compulsório" (lesão séria), e o 2º não concorda com o preço abusivo. Mas realmente, todos são ótimas pessoas.
Espero revê-lo aqui em terras tupiniquins.
ua

Fabão disse...

Oi Jorge.
Feliz 2010 para vc tb.
Que vc possa fazer muitas ultras, e acima de tudo, que vc seja ultra-abençoado por Jesus.
ua

Fabão disse...

Oi Guilherme
Realmente fiquei feliz em encontrá-lo desta vez, ainda que rapidamente, pois em 2008 vc foi o único que tinha me "escapado".
Um ótimo 2010 para vc tb.
ua

Ivo Cantor corre e conta disse...

Que beleza, rapaz! que belo número! que belo relato! parabéns e um ótimo 2010!

Carlos Lopes disse...

Parabéns meu amigo...que 2010 traga o melhor .. na vida e na corrida

Fabão disse...

Valeu, Ivo.
Um ótimo 2010 para vc tb.
ua

Fabão disse...

Valeu, Carlos.
Desejo que vc tb tenha um excelente 2010.
ua

la disse...

ola eu fui tambem nessa maratona , com a camiseta "corro pra jesus " eu nao treinei nd , e fui mesmo pra consagrar a jesus pelo ano 2009 cheguei em 2 hrs , mais valeu a pena , to treinando agora ano que vem vou di novo com a mesma camiseta , e vamos fazer diferença la em nome de jesus ,

Fabão disse...

Olá Ia
Agradeço pela mensagem. Parabéns por conseguir correr esta "maratona" (embora tenham sido apenas 15, e não 42Km).
Recomendo que, em 2010, vc treine um pouco. Faz bem para a saúde e diminui o risco de problemas no dia da corrida.
Jesus realmente nos abençoou tremendamente em 2009, e temos mesmo que agradecer-lhe e engrandecer Seu Nome.
ua