segunda-feira, 22 de novembro de 2010

21/11/2010 - X Duathlon ATC

Eu já tinha ficado muito feliz pelo pódio no sábado (ver post anterior), e o que viesse no domingo seria puro lucro.
No ano passado eu participei deste Duathlon, organizado pelo Alphaville Tenis Clube, e fiquei em 2º lugar na categoria M3140 (entre 6 concorrentes da mesma faixa etária). Se em 2010 houvesse poucos concorrentes novamente, a chance de pódio seria grande, dependendo do nível dos adversários.
Desta vez minha filha Beatriz também foi, inclusive para participar da categoria F0810. Para ela seriam 100m de natação e 200m correndo. Havia 6 meninas nessa categoria, acho que todas maiores que a Beatriz, que tem 8 anos. Como a piscina tem 5 raias, dividiram a categoria em 2 baterias com 3 meninas cada. A Be nadou na 1ª bateria e, na piscina, não fez feio, nadando bem, mas saindo em 3º lugar (última). Na corrida, uma simples ida e volta, a Beatriz só "foi" e parou no retorno, triste por estar em última. Fui ao encontro dela e voltamos andando até a chegada. Foi a primeira experiência dela nesse tipo de competição, e vai fazer parte do aprendizado dela.

Nota sobre a primeira colocada: uma menina muito simpática e atenciosa. Viu que a Beatriz tinha ficado triste e tentou conversar com ela, para ver se conseguia consolá-la e animá-la. Uma atitude nobre.

Havia vários atletas convidados para participar desta competição. A delegação do Círculo Militar estava em grande número, conquistando vários pódios, tanto no infantil como no teen e adulto. Na categoria inferior à minha teve um japonês que fez os 500m de natação abaixo de 6min!
As baterias estavam sendo liberadas de acordo com as categorias, tanto em relação ao gênero como à faixa etária. Quando chegou a minha, havia 3 atletas da minha faixa - eu incluso - e, para aproveitar as raias livres, incluíram uma moça e um cara mais velhos. Deduzi, ali, que só tinham 3 concorrentes na minha faixa. (O que foi um erro, pois colocaram outros 2 da minha faixa na bateria seguinte. Ou seja, dava para ter soltados os 5 na mesma bateria).
Um dos meus dois concorrentes eu já conhecia: era o Marcos Castello Branco, triathleta de IronMan, praticamente um profissional. Gente boa, mas estava num nível que eu não podia competir. O outro que nadou na minha bateria era um pouco mais "pesado" (entenda-se: um pouco gordinho). Na natação isso não é problema, mas na corrida eu poderia ter alguma vantagem.
A moça que nadou ao meu lado eu conhecia de vista e sabia que corria bem, mas não sabia se nadava tão bem. O quinto elemento da bateria, o mais velho, era do mesmo nível do Marcos: daqueles que não sabem brincar rsrs.
Ao entrar na piscina para um rápido aquecimento, não me senti bem. A água estava muito quente, o que não costuma me incomodar, mas deve ter passado do aceitável. E, de fato, isso incomodou a todos, e me atrapalhou no início da natação. Só no final consegui um ritmo mais forte, o suficiente para abrir meia piscina de vantagem pro gordinho. Os triathletas me colocaram quase duas piscinas de vantagem. A moça ficou uma piscina e meia atrás de mim.
Meu tempo de natação foi praticamente igual ao de 2009: 7:56 agora, contra 7:57 no ano passado. A transição foi um pouco melhor: 30s contra 37s em 2009.
O percurso da corrida foi ligeiramente diferente do ano passado. Pelo que medi no MapMyRun, em 2009 deu 4400m e em 2010 foram praticamente 4km cravados.
Novamente eu nadei com a cinta do frequencímetro por dentro da sunga e coloquei-a no peito ao começar correr. Fui controlando meu ritmo em função da FC, e fui no limite o tempo todo, na casa dos 180bpm. Eu sabia que não dava para alcançar o Marcos, mas queria garantir o 2º lugar contra o gordinho. Minha esperança era que a moça me passasse para eu tentar acompanhá-la, usando ela como coelha.
No fim, consegui fazer um ritmo bom, um pouco acima de 5min/km, fechando a prova em 29:25. Minha corrida foi um pouco pior que em 2009: o tempo foi maior para uma distância menor. A moça não me passou.
Na hora da premiação fui surpreendido ao saber que minha categoria tinha 5, e não 3 participantes. Dos 2 que nadaram/correram na bateria seguinte, um eu consegui superar no cronômetro, mas o outro me passou na corrida (conversei com o medalha de prata e comparei nossos tempos: fui 1min mais rápido na piscina e 3min mais lento na corrida). Acho que não conseguiria passar o 2º mesmo se ele estivesse na mesma bateria, mas eu preferia uma disputa "olho-no-olho", e não apenas no cronômetro. Não sei quanto tempo fez o 4º colocado, pois ele não apareceu na premiação e os resultados oficiais ainda não foram divulgados, mas se foi um tempo próximo ao meu a disputa poderia ter sido emocionante.
Seguem abaixo umas fotinhas que a Beatriz bateu:
O "gordinho" ficou em 5º. É o que aparece à esquerda nessa última foto. Ele nadou bem, mas na corrida foi BEM devagar.
ua

6 comentários:

Anônimo disse...

Изумительная статья, как долго ожидать публикацию новенького материала и вообщем стоит ждать ?

Fabão disse...

Mando uma pastilha valda por e-mail para quem conseguir traduzir o comentario acima, do Anonimo. :D

G.M. disse...

Essa legenda do "olha a pança" foi engraçadíssima !
Parabéns por mais um pódio, Fabão!
Ass.: Guilherme.

claudio dundes disse...

Bom parar com esse negócio de Pança, porque nesse quesito eu humilho vocês dois. Fabio e Guilherme.

Este lance de "olho no olho" é totalmente novo para mim. Não tenho perfil (risos, coragem) para enfrente prova deste tipo. A menos que seja disputa por um único pedaço de bolo de aipim. Daí sim. Fico com sangue no zóio!

Parabéns Fabão. Inclusive por ter lidado bem com o aprendizado da Filhona, porque vc segurou bem o aperto no estômago que sentimos nesses momentos de frustrações dos filhos.

Grande abraço. Estou meio eufórico (não diga!, rs)

Joka disse...

Tu manda bem pacas man !!! rsrs FELIZ NATAL GUERREIRO

Carlos Lopes disse...

Feliz Natal