sábado, 5 de junho de 2010

Copa 2010


Semana que vem começa a copa. Pela primeira vez desde que casei não nasceu uma filha minha em ano de copa rsrs. (Casei em 1999, a Beatriz nasceu em 2002 e a Karina em 2006).


Neste ano estou colecionando o álbum da copa. Minhas filhas estão participando e curtindo montar esse álbum, mas o trabalho para completá-lo é complicado. São 640 figurinhas no total. No início são poucas repetidas, mas depois a proporção se inverte.
A Beatriz até tentou levar o álbum na escola para trocar com os colegas, mas não deu muito certo. Até o começo desta semana estavam faltando 49 figurinhas para completar o álbum, e o máximo que pode pedir para a Panini são 40.
Pensei em ir ao MASP no domingo, pois parece que rola um encontro por lá, mas depois lembrei que teriam uns gays parados na Paulista e achei melhor deixar para outro dia.
Acabei indo hoje, sábado, à Praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembú, seguindo umas dicas preciosas de um colega. Em cerca de duas horas e meia consegui trocar as 49 figurinhas que faltavam!
Foi uma experiência impressionante!
É fantástico como havia "liquidez" nas transações. Pessoas de todas as idades vinham com suas listas e bolinhos de figurinhas. Álbuns a tiracolo, nos mais diversos estados de conservação rsrs.
A maioria das pessoas tinha suas figurinhas em ordem numérica, mas alguns poucos sem-noção tinham tudo embaralhado. Um desses queria conferir uma por uma se era das que estavam faltando para mim. Após meia dúzia de figurinhas fora de ordem eu disse que "desse jeito vamos demorar uma hora para ver o bolo todo" e encerrei a "negociação" ali mesmo. O cara não gostou, mas eu falei que quando ele viesse com as figurinhas ordenadas a gente poderia conversar. Fala sério!
Fora isso, foi muito bacana conversar com as pessoas, negociar, aprender qual as melhores formas de tratar o assunto, saber ceder, saber pedir, ter calma para não tumultuar...
Às vezes eu estava verificando a lista com uma pessoa e chegava outra pedindo para ver se eu tinha a última que faltava. Aí, se estava fácil de ver, eu via. Senão, eu gentilmente pedia para a pessoa aguardar até terminar com a primeira.
Outra coisa que aprendi: na negociação entre duas pessoas, é melhor primeiro verificar a lista da que faltam menos figurinhas. Por exemplo: tinham dois garotos (talvez irmãos) que vieram negociar comigo. Eles tinham uma lista grande de figurinhas que faltavam, e eu já estava precisando somente de poucas. Comecei pela lista deles e vi que eu tinha um monte que eles precisavam, mas chegou uma hora que eu parei e disse: "acho que vocês não vão ter a mesma quantidade para me dar". Ou seja, eu devia ter visto primeiro quantas eles podiam me dar, e depois eu dava a mesma quantidade para eles.
Um critério que adotei, mas não era todo mundo que concordava, era de que uma figurinha brilhante valia duas ou três normais. No caso dos meninos, acabei pegando várias brilhantes, pois eles não tinham como me "pagar" com normais.
Outra situação diferente foi a de uma moça que não tinha figurinha para trocar. Ela queria comprar 5 por R$1. Não achei muito legal, mas acabei aceitando. No fim, a amiga dela conseguiu negociar com outro moço as últimas 3 que estavam faltando para mim, e ficou tudo de bom tamanho.
Caso alguém esteja colecionando o álbum e se interesse em ir lá, recomendo que faça uma lista das figurinhas que faltam, leve caneta para riscar as que for conseguindo, e organize suas repetidas em ordem numérica. Caso queira adotar o critério de "brilhantes x normais" diferenciado, marque na lista quais são brilhantes. O local de encontro é próximo à banca de jornal, perto daquela rua que sobe para a FAAP. Eu cheguei lá pouco antes do meio-dia (fui um dos primeiros), mas acho que ficou gente lá a tarde toda.



Agora, voltando a falar sobre a copa mesmo, gostei muito da música que a coca-cola arranjou para seus comerciais relacionados ao mundial. Achei que a versão brasileira ficou excelente! O video acima não é oficial, mas a música é a da coca-cola, e está disponível no site (link direto para download aqui).
Eu gosto de futebol, mas não sou uma pessoa fanática. Vou bem pouco ao estádio, por exemplo. Mas quando chega a copa eu me deixo contagiar pelo clima. É uma emoção impressionante! Tem muita gente dizendo que o Dunga é fraco, que os convocados não estão com essa bola toda, mas eu estou torcendo muito pelo Brasil e acho sim que podemos ser campeões.
Aliás a emoção de conquistar a copa é algo muito interessante. Se pensarmos fria e racionalmente, se o time de futebol vencer o campeonato, o que é que ganhamos? Nada. Mas como explicar a felicidade de ver nosso pais vencendo, sendo os melhores do mundo? Não tem preço.
Alguns conhecidos ficam com medo de torcer agora e se decepcionarem depois. Até entendo. Acho que há vários países com chances reais de vencerem, inclusive o Brasil. Talvez a "decepção" seja saber que o Brasil é disparado o país com os melhores jogadores do mundo, mas chega ao mundial no mesmo nível dos demais. Bons tempos em que a gente já chegava com a certeza que ia ser campeão, tipo 1950 e 1982. E se não ganhava era por pura fatalidade, mas continuávamos confiantes de que éramos os melhores.
Agora, em 2010, chegamos à África do Sul sob suspeita. Não temos certeza se poderemos ganhar. Mas quem é que sabe, oras bolas?! Ninguém ganha por antecipação! Quantas vezes times teoricamente mais fracos já venceram seleções de nome e tradição?
Mas eu acredito no Brasil. Em 2006 passamos vexame porque fizeram festa antes da hora. Agora eu vejo um trabalho sério, concentrado. Podemos até não vencer, mas temos que fazer o melhor. Eu, pessoalmente, acredito que fazendo o melhor venceremos. Mas aí teremos que esperar para ver.
Dia 15 o Brasil estreia contra a Coréia do Norte. Vou comprar umas pipocas, mas as cornetas já estão preparadas. Vou torcer muito com minhas filhas aqui em casa. Tenho certeza que será inesquecível, da mesma forma como eu lembro da copa de 82, quando eu tinha 7~8 anos.
Aliás, complementando a informação do primeiro parágrafo, todos nós aqui de casa nascemos em ano de copa: além das minhas filhas em 2002 e 2006, eu e a Dayane nascemos em 1974.

ua

9 comentários:

Carlos Lopes disse...

Portugal

Fabão disse...

KKKKK
Sensacional, Carlos!
Essa piada foi ótima! rsrs
:D
ua

Mayumi disse...

Pois é, Fabio, os meus chefes japoneses já fizeram um esquema no trabalho para assisitr aos jogos do Brasil. Mas perguntados se eles não iam assisitr aos do Japão, eles disseram que quem quizesse fazer isto, teria que "faltar" ao trabalho, pois não iam dispensar! Kkkk. Ou seja, eles vão torcer pro Brasil!

G.M. disse...

Fabão,
Eu estou torcendo contra.
Faço votos que a seleção DO DUNGA (pois ele mesmo citou que o selecionado é de PROPRIEDADE dele!) saia na primeira fase.
Seria legal se países como Holanda ou Espanha ganhassem seus primeiros mundiais.
Seria quase uma justiça poética e história.
Ass.: Guilherme.

Dani disse...

Oi Fabão. Eu e o Vinicius tb estamos fazendo o álbum da copa, mas diferentemente de vc, ainda nos faltam muitas figurinhas e nem sei se conseguiremos terminar. E tb estamos preparados pra torcer para o Brasil, somos brasileiros e não desistimos nunca e muito menos perdemos as esperanças!!!
Bjos,
Dani

claudio disse...

Legal a aula as figurinhas. Muito legal. O Henrique está montando o da Disney.

Grande abraço Fabão e quando eu estive em forma vou aí correndo hein!

Anônimo disse...

E aí Fabão, pelo jeito você se divertiu bastante com as figurinhas. Eu já faria diferente, já que pode pedir no maximo 40 figurinhas faltantes, serão 160 para a familia inteira. []s do Gerrit

Avicor disse...

Da lhe Fabão !!!
vamos nessa rumo a copa ., e mantendo os treinamentos em dia !!

Valeu amigo um abraço !!

Romildo freitas

Anônimo disse...

uito Legal teu Blog
Parabéns!!!!
http://jotabepontodevista.blogspot.com/